Olá, selecione a sua localidade:

Sala de Imprensa

Compre seu certificado digital com quem é líder do mercado


Parcerias além do ROI

14/06/17 11:05:42
Ana Flávia Corujo*
 
Vejo muitos executivos avaliarem as parcerias de negócio pelo ângulo do ROI, retorno sobre investimento. Negociações, que poderiam ser formalizadas por meio de uma análise simples  feita no papel de pão, duram meses. Tudo isso, por conta dos números, do ROI. E tudo bem que seja assim.
 
Mas, os resultados, os quais não podem ser mensurados, também devem ser avaliados, como os que estão relacionados à marca: exposição positiva, reputação, indicação. O valor que uma empresa parceira pode adicionar a uma outra companhia não pode ser calculado matematicamente antes da parceria iniciar. O resultado pode ser identificado, mas repito: não na calculadora, no primeiro momento.
 
Há um outro ponto importante entre as parcerias: o aprendizado. O contato com uma empresa que tem sinergia com o seu negócio pode gerar muitas ideias. Um grande executivo de sucesso, certa vez, me falou: ?Pense grande, comece pequeno e cresça rapidamente?. De uma reunião sobre uma parceria para o produto X podem surgir outras oportunidades.
 
Sabe aquele segmento de mercado que você está de olho, mas ainda não tem uma solução completa para entrar nele com tudo? Uma empresa parceira pode ter a receita. Pode ajudar o seu negócio a chegar lá. 
 
Os números e as palavras, quando analisados isoladamente, são apenas números e palavras. Meu saudoso pai me dizia: ?O conhecimento de nada te vale se não for passado a diante?. E aí que está o X das parcerias. Empresas trocando conhecimento. Empresas se dando a oportunidade de conhecer o novo. De fazer diferente. 
 
Pense nisso. Sua companhia tem um produto revolucionário, mas que precisa de algumas funcionalidades para atingir o mercado desejado? Então, abra as suas portas para as empresas parceiras. Ou vá ao mercado e veja quais soluções poderiam agregar o seu portfólio. 
 
Tudo bem, pode levar a calculadora para a reunião, mas não se esqueça de que alguns resultados não podem ser resumidos à matemática. Ah, leve também seu Certificado Digital. Você vai precisar dele para assinar digitalmente e formalizar o acordo. 
 
*Ana Flávia Corujo é Gerente de Alianças Estratégicas na Certisign
 

Segmento: Institucional